sexta-feira, 17 de julho de 2009

We´re the nobodies... wanna be somebodies...



"Um narcisista inspirado, por exemplo, nas homenagens que recebem os grandes pintores, pode tornar-se estudante de arte, mas como a pintura é para ele apenas o meio de atingir um fim, a sua técnica nunca terá nada de interessante e os seus temas hão-de enfermar também da vaidade que o possui. O resultado é a derrota e o desapontamento com o ridículo em vez da esperada adulação. O mesmo se aplica àquelas romancistas em cujos romances aparece sempre como heroína, a imagem idealizada delas próprias. O verdadeiro êxito no trabalho depende sobretudo do interesse sincero posto nos elementos com que esse trabalho é realizado. "

A Conquista da Felicidade, Bertrand Russel

3 comentários:

messy disse...

verdade*

Debora disse...

Bertrand Russel conheceu a Margarida Rebelo Pinto??

Henry Michkin disse...

Lol não, mas deve ter previsto a sua chegada...