domingo, 8 de fevereiro de 2009

Há uma primeira vez para tudo...


E pronto, ontem pelos vistos deixei de ser o único ser respirante que nunca tinha ido ao Lux...

10 comentários:

pandora disse...

ahahah e gostaste? confesso que já achei mais piada!

Bomba de Napalm disse...

Olha que ontem tava uma bela merda o Lux!! E ainda por cima nunca mais vos consegui encontrar, se pudesse mandava os srs do Lux meter os 12 euros num sítio que eu cá sei...

Henry Michkin disse...

Pandy (posso-te chamar assim não posso? Já chamei!) discotecas não são exatamente o my cup of tea, mas eu desde que goste da companhia por baixo do céu e por cima do chão qualquer lugar para mim é bão ;). Gosto sobretudo de apreciar todos aqueles rituais do ponto de vista antropológico e sociológico, sobretudo aquela escolha de gado que se faz à entrada.Mas foi agradável, o espaço é grande, tem pessoas, bebidas, decotes... enfim, é uma discoteca!
Epah oh tornesi eu sem telemovel e tu a mandares mensagem já quando me tava quase a ir embora. Seu fiu da mãe!

a gi* disse...

Eu nunca fui :| Aquilo são camas? :O LOL :D

Henry Michkin disse...

yep!Então tens de dar um saltinho aqui á capital para visitares o Lux. sim porque eu já fui ao Industria e abominei aquilo... já a tendinha dos clérigos gostei muito ;)
bjo

lothlorien disse...

Eu nunca fui ao Lux. E ainda respiro. Mal, mas respiro :P

E já agora, qual é o problema da dança contemporânea? Hmmm?

Piero disse...

Realmente aquele lux estava uma salganhada.

Agora o mais interessante foi o concerto que demos dentro do carro à la putos de 5 anos.

Henry Michkin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Henry Michkin disse...

ahah é verdade meu caro, devias gravar aquilo e colocar no youtube!

Debora disse...

olha eu tambem nunca fui. mas ja fui ao latex, ao piccadilly, ao the mill, ao mogambo.. nao conheces pois nao? pois. quando quiseres mudar a tua opiniao sobre Valencia (e sobre as discotecas, pelos vistos, porque tudo tem uma alternativa, até as festinhas Erasmus, tamos cá.